ANiceMom – Hora do banho

Hoje a Anice veio contar a experiência dela com a Bebel na hora do banho!

0572_banar-bebe_jpg-550x0

E eu me lembrei desse comercial do Johnson´s baby shampoo, que sempre achei uma fofura! Gostooooooooso pra chuchu chuá chuá…

 

Escrever sobre qualquer assunto ligado à maternidade me assusta um pouco, porque sou mãe há apenas 4 meses incompletos, e sei que tenho um longo caminho de aprendizado pela frente. É muito curioso se tornar mãe, porque mesmo não sabendo nada, muitas vezes tive a impressão de saber tudo! A natureza é realmente perfeita, e o instinto materno vai me guiando a cada dia que passa. Parece até meio sobrenatural, porque faço tantas coisas ao mesmo tempo, que nem sei como consigo.


No meu primeiro post, mencionei que durante a gestação fiz alguns cursos que me deram bastante segurança, e um deles foi sobre banho. Eu não sabia nem trocar fralda, imagina dar banho num bebêzinho! O auge desse curso foi a parte prática, na qual cada casal tinha que dar banho num boneco com as mesmas proporções de um bebê. Eu já comecei dando um caldo nele, o que me deixou tensa e me fez pensar que afogaria a Isabel na primeira oportunidade.


Existem várias formas de dar banho no bebê: ofurô, chuveiro… mas vou tratar do banho de banheira que é o mais tradicional. É importante comprar uma banheira que tenha suporte para deixá-la numa altura que não prejudique a coluna da mamãe, que já será bastante castigada pelo peso do bebê. Além disso, algumas banheiras já têm trocador acoplado, valendo a pena se no quarto do bebê não tiver nenhum espaço reservado para trocá-lo. Eu, por exemplo, optei por comprar a banheira simples, justamente porque montei um trocador no quartinho da Bebel.

image004
banheira com suporte e sem trocador
image005
banheira com suporte e com trocador


A temperatura da água, que deve estar sempre em torno de 36 e 37 C, é fundamental para garantir um banhinho agradável e relaxante para o seu filhote. Para não ter erro, vale a pena comprar um termômetro para a banheira do bebê. Tem vários modelinhos fofos de patinho, peixinho… o da Bebel é uma carruagem de princesa! Caso você não tenha o termômetro, poderá verificar a temperatura da água no seu próprio antebraço.

image001  image003

 

image002
Opções de Termômetro

Logo quando a Isabel nasceu, ela detestava tomar banho. Acho que ela ficava meio assustada, porque chorava tanto, coitada! Até que um dia, uma mãezinha sugeriu que eu tentasse mudar a posição da Bebel na banheira. Óbvio! Como nunca tinha pensado nisso, gente? Como sempre dava banho com a barriguinha dela virada para cima, resolvi testar dar banho nela de bruços, e não é que funcionou?! A tortura acabou e a Isabel passou a amar tomar banho, e eu comecei a curtir esse momento junto com ela. Agora que ela se sente segura e confiante, consigo dar banho nela em qualquer posição, e o melhor: sem chororô. Ela fica tão tranquila e relaxada que às vezes faz até cocô! Quando isso acontece, não preciso dizer que tenho que dar outro banho na minha pimpolhinha.


Eu já acho a minha filha uma delícia, mas quando ela sai do banho fica irresistível. Esse momento é o melhor do dia! Aproveito para enchê-la de beijinhos, e sentir aquele cheiro de bebê fresquinho… hummmmm!!!! Ah! E pra deixar o bebê ainda mais gostoso, é só escolher um shampoo e um sabonete bem cheirosos e de preferência sem corantes.

Por Anice Torres

Olhem que delícia de vídeo pra inspirar as mamães. O bebê pode e deve curtir esse momento!

Anúncios