Sempre Noronha!

O arquipélago de Fernando de Noronha há cinco anos é eleito o meu destino de férias! Desde a primeira vez, em 2008, não consigo não ir!

(Update: Depois desse post, voltei a Noronha e contei tudo aqui.)

Amo o astral e a energia da ilha… além de toda a exuberância!

A minha primeira recomendação é: ALUGAR BUGGY. Acho que assim se consegue aproveitar muito mais. Até dá para ficar a pé e se virar com os táxis (cooperativa NORTÁXI – basta ligar) ou ônibus, mas a visita tem muito mais qualidade quando se está com um buggy. Como eu já conheço a ilha, reservo daqui e quando chego no aeroporto já pego o buggy direto no estacionamento, começando a viagem sem perder tempo com transfer e etc.. E como também só levo mala de mão, não preciso ficar esperando bagagem… Essa é uma super dica!

1) Chegando em Noronha 2) Destaque para a Baía dos Porcos 3) Indo embora - mar de fora: Atalaia, Sueste, Leão...
1) Chegando em Noronha
2) Destaque para a Baía dos Porcos
3) Indo embora – mar de fora: Atalaia, Sueste, Leão…

MELHOR ÉPOCA

A melhor época para se visitar Noronha vai depender muito do seu perfil.

Quando fui em janeiro, o mar de dentro estava bem agitado, por causa do swell. Acho que para quem surfa é uma época boa. Mas as praias ficam quase que impraticáveis, o que inclui o Sancho – o que é uma pena, porque é a praia mais linda de todas, já tendo sido eleita, por diversas vezes, a praia mais bonita do Brasil .

Baía dos Porcos em setembro / Baía dos Porcos em janeiro Reparem na diferença da água!
Baía dos Porcos em setembro / Baía dos Porcos em janeiro
Reparem na diferença do mar!

Já fui em fevereiro também e o mar estava mais calmo. Mas a melhor época para mim, sem dúvida, foi em setembro. As praias estão beeeem flat, inclusive a Cacimba do Padre, que é a preferida dos surfistas. Fica tudo muito lindo!

mapa-praias-noronha

Uma das grandes atrações de Noronha é o sunset. Da última vez, fui em novembro, quando presenciei o pôr-do-sol mais lindo de todos! Isso porque o sol se põe entre os morros Dois Irmãos, quando se aprecia do Forte São Pedro do Boldró ou do Forte de Nossa Senhora dos Remédios. Incrível!!!!!! Nessa época, o mar de dentro já está começando a mudar…

IMG_0747
Pôr-do-sol no Forte Nossa Senhora dos Remédios.

Uma dica importante para Noronha é: sempre levar guarda-sol e água na mochila! As pousadas disponibilizam guarda-sol aos hóspedes, que podem carregar em seus passeios. E como não existem ambulantes nas praias, é fundamental levar sua garrafinha.

 

PASSEIOS E PRAIAS

Para quem nunca foi, recomendo o ilhatour. Consegue-se conhecer os principais lugares, de ponta a ponta da ilha.

Recomendo passeio de barco somente para quem não for fazer mergulho. Quem for mergulhar já sairá embarcado e eu acho que é suficiente. Quanto às opções de mergulho, há 3 operadoras: Atlantis (com a qual fiz meu batismo em 2008), Noronha Divers (mergulhei das outras vezes, já credenciada) e Águas Claras (ainda não experimentei). Um dia contarei aqui minhas experiências subaquáticas!

(UPDATE em janeiro de 2015: O passeio de barco da Fish Hunter é TOP e vale muito a pena! Mesmo fazendo o mergulho, esta opção de barco private supera qualquer coisa. Não é barato, mas vale muito a pena! Vejam aqui a minha experiência.)

Eles sempre aparecem!
Eles sempre aparecem!

Tem o passeio aqua-sub que é bem legal. Uma lancha puxa as pranchinhas em que estamos segurando enquanto observamos o fundo do mar. Fiz na primeira vez que fui. Nas outras, o meu foco já era o mergulho de cilindro.

Você também pode optar por fazer um passeio de lancha, parar em alguma praia enquanto o marinheiro pesca um peixinho pra você comer grelhado.

(UPDATE em janeiro de 2015: No passeio da Fish Hunter, além da privacidade e do conforto serem um grande atrativo, estão incluídos o plana-sub e o peixinho grelhado – além do sashimi fresquinho! Vejam minha experiência aqui.)

Vi que há mais uma opção para quem não curte mergulhar (ou curte e quer fazer de tudo!). É o passeio NaVi (embarcação com fundo transparente). Mas parece que é bem cara e para quem mergulha, imagino que não valha a pena.

Vale a pena comer o bolinho de tubarão no Museu dos Tubarões. Ali perto, no Alagados, conseguimos ver muito tubarão grande lá de cima!

Palestras no IBAMA – confesso que só fui na primeira vez. É interessante, mas, como no final do dia eu estava sempre cansada e apressada para jantar, acabei não voltando.

Trilha para o Atalaia – Hoje para se chegar ao Atalaia, somente fazendo trilha. Tem a opção curta e a opção longa. Se estiver com disposição, faça a longa, que vale a pena! Conhece-se uma parte da ilha que é inacessível se não for por trilha. As piscinas são imperdíveis para snorkel. LEVAR TÊNIS e reservar COM ANTECEDÊNCIA.

Trilha para o Mirante dos Golfinhos – Vale a pena se estiver com dias sobrando na ilha. Mais um visual incrível para se contemplar! No final, chega-se na Baía do Sancho.

Existem outras trilhas incríveis, que precisam ser agendadas no ICM-Bio. Falo sobre elas neste post aqui.

 

Vamos agora aos detalhes das praias:

– Sancho (mar de dentro) – Com uma trilha para se chegar, tendo, ainda, que atravessar uma fenda na pedra por uma escada (tipo de beliche!), tem-se o visual mais lindo de Noronha. Antes de descer, vale a pena caminhar até o mirante dos Dois Irmãos, a beira da Baía dos Porcos, um clássico!

Na época calma, vale a pena fazer snorkel. Na época de mar agitado, fica quase que impraticável, cheia de pedras.

(Como eu disse mais acima, quando o mar de dentro está calmo, geralmente o mar de fora está agitado e vice-versa. Em setembro, não senti muita diferença – estava tudo bem calmo.)

– Baía dos Porcos (mar de dentro) – Linda! Também só dá para entrar no mar mais calmo. O acesso se dá pela Praia da Cacimba do Padre.

– Cacimba do Padre (mar de dentro) – ótima quando o mar está calmo. É a preferida dos surfistas. Aonde estacionamos o buggy, tem a barraca das Gêmeas, que servem um famoso peixe na folha de bananeira. Ótimo para quando bater a fome durante o dia.

-Boldró – praia continuação da Cacimba (junto com a Praia do Bode e Americano). O Boldró, assim como a Cacimba, tem o mar mais agitado. São parecidas. Antigamente valia muito a pena ir ao Boldró, porque tinha um restô super charmoso (Meu Paraíso), com umas redes e lounges. Mas ele foi fechado porque era irregular, causando danos ao meio ambiente. Parece que prejudicava a desova de tartarugas, dentre outras coisas. Melhor fechado então, né?

– Sueste (mar de fora) – a mais calma de todas, em qualquer época! Vale a pena alugar colete e levar snorkel, porque é a oportunidade, para quem não for fazer scuba, de ver a fauna marinha de Noronha. Certeza de que se encontrará muitas tartarugas, tubarões e cardumes lindos!

– Leão (mar de fora) – quando se chega, tem um visual incrível! A praia é uma delícia, mas quando o mar de fora está agitado, fica impossível mergulhar.

– Conceição (mar de dentro) – é uma das praias “urbanas”- que de urbanas não têm nada – , junto com a Praia do Meio e a Praia do Cachorro. É a praia com a melhor infra – tem o bar do Duda Rei e o Bar do Meio. A praia é linda e o pôr-do-sol lá é incrível.

Pôr-do-sol na Conceição
Pôr-do-sol na Conceição
Foto mais linda! Também na Conceição. Esse dia foi incrível!
Foto mais linda! Também na Conceição. Esse dia foi incrível!

– Falando em pôr-do-sol, não se pode deixar de ir no Forte São Pedro do Boldró e Forte de Nossa Senhora dos Remédios.

Pôr-do-sol no Mirante do Boldró
Pôr-do-sol no Mirante do Boldró

 

HOSPEDAGEM

Em Noronha, existem as pousadas mais tops, com preços quase inacessíveis, como é o caso da Pousada Maravilha. Nesse padrão, também tem a Teju-Açu, Solar dos Ventos, Zé Maria…

Luxo não é necessário em Noronha. Se tiver água quente, ar condicionado, uma cama confortável e um bom café-da-manhã, tá tudo certo! Já fiquei algumas vezes na Mar Atlântico e na última fui para a Mar Aberto, que eu suuuper recomendo! Simples, mas com bastante conforto! Tem cama king size e até piscina, o que é raro por lá… Veja aqui o site . Falem com o Aílton ou com a Adriana, que recebem muitíssimo bem!

 

TAXA E TARIFA

Notei que a ilha está se modernizando para os turistas, trazendo mais acessibilidade a determinados trechos, como a Baía do Sancho. Não sei ainda se isso é bom ou ruim, porque o charme de lá é exatamente ser um paraíso intocável, de difícil acesso… Pode ser um pouco egoísta esse ponto de vista, mas realmente acho que acessibilidade traz muita coisa junto, como poluição, degradação, enfim… espero que a concessionária EcoNoronha, responsável pela exploração da ilha, esteja atenta a todos esses “poréns” e pense não só no conforto dos turistas, mas também na preservação de toda aquela natureza.

Falando nisso, por conta da administração da ilha pela EcoNoronha, recentemente se instituiu a cobrança de uma tarifa (“ingresso”), no valor de R$65,00 para brasileiros e de R$130,00 para estrangeiros, para acesso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, o que inclui acesso ao Sancho e porto, por exemplo. Não tem como deixar de visitar o Sancho e nem de fazer mergulho ou passeio de barco, por exemplo, então é imprescindível a compra do ingresso, que fica a venda em um quiosque na Praça dos Flamboyants.

(UPDATE em janeiro de 2015: O valor da tarifa estava em 80 reais para brasileiros.)

Além disso, por ser uma Área de Proteção Ambiental, antes de entrarmos na ilha, temos que informar qual a data prevista para a nossa saída e pagar a Taxa de Preservação Ambiental (TPA), calculada com base na quantidade de dias permanecidos na ilha. É possível que se pague a taxa no próprio aeroporto ou antes da viagem, imprimindo a guia no site http://www.noronha.pe.gov.br/ . Perde-se muito menos tempo se já chegarmos lá com a guia paga. Então, fica a dica!

 

GASTRONOMIA

A gastronomia de Noronha também é um caso a parte! Hoje há várias opções e é preciso se programar.

Quase todo dia, nossa presença era certa no Açaí e Raízes para comer um sanduíche e tomar um açaí quando batia a fome. Mas a grande refeição era o jantar!

– Cacimba Bistrô – ambiente super aconchegante e o salmão com spaghetti ao molho de limão é um prato que não me permite variar. Delícia! Fica na Vila dos Remédios, bem na ladeira.

(UPDATE em janeiro de 2015: O Cacimba Bistrô está sob nova administração e o cardápio mudou. Na minha opinião, pra pior! Não curti o novo cardápio.)

 

– Restaurante do Zé Maria – vale a pena ir nos dias de festival, que são quartas e sábados. O Zé Maria recepciona os clientes, apresentando com muito bom humor o vasto buffet. Há quem não goste, chamando de “bandejão” do Zé Maria, mas eu acho imperdível! Tem que ir! Geralmente tem uma musiquinha ao vivo que deixa o clima ainda mais gostoso. Costumo reservar com bastante antecedência!

OBS: Após a apresentação dos pratos, a mesa fica muito concorrida, com todo mundo querendo se servir. Não precisa de pressa, porque eles repõem a comida. Já na hora da sobremesa, vale a pena concorrer sim, porque eu já deixei para me servir depois e fiquei sem comer o que eu queria… rs!

 

– Restaurante da Pousada Maravilha – já jantei duas vezes nessa pousada que é uma das mais tops da ilha. Nem sempre está aberta ao público (na alta, é geralmente exclusivo dos hóspedes). A vista para o Sueste é linda até de noite! Dependendo da época, eles permitem acesso ao restaurante à tarde.

Jantar na Pousada Maravilha - dá pra ver a vista?
Jantar na Pousada Maravilha – dá pra ver a vista do Sueste?

 

– Varanda – restaurante de um antigo chef da Pousada do Zé Maria. Gostei, mas não amei, confesso.

(UPDATE em janeiro de 2015: Parece que são os novos donos do Cacimba Bistrô.)

 

– Mergulhão – Novidade mais legal de Noronha. Fui pela primeira vez há pouco tempo e AMEI! Fica no estacionamento do porto. Vale a pena ir antes do pôr-do-sol, tomar uns bons drinks… rs! Tem umas tendas e umas espreguiçadeiras para quem quiser ficar relaxando… além das mesinhas normais. A comida também é bem gostosa. Curti muito!

Mergulhão
Mergulhão

– Xica da Silva – Restaurante gostoso, ambiente charmoso. Mas se tiver pouco tempo na ilha, seria excluído do roteiro de jantares. Deixo para ir almoçar no último dia, antes do vôo.

– Morena – Conheci o Trattoria di Morena em 2008 e não me lembro de nada muito relevante para contar. Hoje chama-se “Morena Cozinha Contemporânea” e eu ainda não voltei, mas pretendo ir na próxima vez.

– Beijupirá – Fiquei muito feliz quando soube que tinha sido aberto em Noronha! Já conhecia o restaurante de Porto de Galinhas e já amava. O ambiente está muito aconchegante e o cardápio delicioso! Há também a Pousada Beijupira Lodge.

– Triboju – Em frente ao Beijupirá, tem a Pousada Triboju. Fui almoçar lá um dia e achei o cardápio bem limitado e o ambiente nada demais. Não sei se no jantar fica mais charmoso…

– Pizzaria Massa da Ilha – gostosinha. Vale a pena conferir quando rola um showzinho por lá… às vezes, o Falcão do O Rappa dá uma palhinha. Se não for dia de show na pizzaria, o”nightlife” da ilha rola no Bar do Cachorro (no outro lado da Vila dos Remédios).

– Tem novidade sobre restaurantes no meu post de janeiro de 2015. Clique aqui.

 

OBSERVAÇÕES:

Empresa para aluguel de buggy que eu já usei: Locbuggy, mas tem outras, se pesquisar!

(UPDATE em janeiro de 2015: A Morro do Farol é a melhor opção atual para aluguel de buggy.)

As companhias aéreas que operam no aeroporto de Noronha são Gol e Trip, saindo de Recife ou Natal.

(UPDATE em janeiro de 2015: A TRIP passou a ser operada pela Azul.)

Depois desse post, é claro que já estou planejando meu 5º retorno a Noronha!

(UPDATE em janeiro de 2015: Claro que já voltei pela quinta vez e as novidades você pode ver neste link aqui.)

Anúncios

11 comentários em “Sempre Noronha!

  1. Deu SAudade! realmente eu estava em todas as dicas mais relevantes!! Essa vista da pousada Maravilha foi uma das noites mais bonitas q eu ja vi na vida! O Céu espetacular está aqui gravado, é só fechar o olho q vem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s